Nihon no Sekai – Projeto Tokusatsu – 01 – Kamen Rider

Aew Galera. Continuando a parte tokusatsu, vou falar mais sobre os gêneros iniciando com Kamen Rider. Mas por que Kamen Rider? Porque, na última matéria, ficaram umas pontinhas soltas que vão ser amarradas nesta matéria.

Então, como começou toda essa história de Kamen Rider?

kamenridersQuem iniciou com essa franquia foi Shotaro Ishinomori, que na época era um grande nome nos mangás tendo o título de “Rei dos Mangás”. Em 1971, ele criou a série chamada Kamen Rider (‘Kamen’ em japonês significa mascarado e ‘Rider’ vem do inglês que significa motoqueiro) fazendo um enorme sucesso e mantendo a série por 2 anos com 98 episódios exibidos semanalmente.

Anteriormente, quando falei de tokusatsus em geral, mencionei as eras Shõwa e Heisei. Mas, o que são essas eras?

Os Kamen Riders são divididos em eras porque, depois de 1989, a franquia Kamen Rider parou de ser produzida devido ao desgaste da franquia. Ela voltou a ser produzida a partir de 2000, com Kamen Rider Kuuga, e continua sendo produzida até hoje.

krdcdridersgb8Esses dois períodos de tempo da série são denominados era Shõwa e era Heisei devido ao fato de a nomenclatura dos reinados dos imperadores. A era Shõwa estava sob o reinado do Imperador Hiroito (de 1925 a 1989); seguido pela era Heisei no reinado do Imperador Akihito, filho de Hiroito. Assim, os Kamen Riders antes da pausa em 1989 (KR Black RX, por exemplo) eram ditos pertencentes à era Shõwa, e os Kamen Riders quando a série foi retomada em 2000 (KR Kuuga até os atuais) foram classificados na era Hensei.

Mas, mesmo sem ser produzida a série durante a pausa entre 1998 e 2000, existiram mais alguns Kamen Riders em filmes e especiais para televisão que não tiveram tanto sucesso.

Bom, aí vocês perguntam: se a franquia Kamen Rider estava parada pelo desgaste do gênero, por que voltaram com a ela em 2000?

Em 1998 morreu o ilustre Shotaro Ishinomori, então a Toei Company junto com a Ishinomori Productions (produtora criada por ele) decidem criar uma nova série Kamen Rider para homenageá-lo e, assim, nascendo Kamen Rider Kuuga. Este novo tinha como público alvo os adultos (ao invés das crianças) apelando para um lado mais saudoso desses adultos (que assistiam Kamen Rider quando crianças) e, em especial, o público feminino (já que vários modelos foram contratados para atuar nos papei de heróis e vilões da série).

Foram feitas ainda algumas outras mudanças na estrutura dos Kamen Riders como os uniformes que, na era Shõwa, eram baseadas em gafanhotos e, na era Heisei, em besouros.

all_riders_kamenraidowordpress

Assim com o grande sucesso, foi dada continuidade à franquia que está presente até hoje com o Kamen Rider Decade e, o já anunciado para o ano que vem, Kamen Rider W ou Kamen Rider Double (na língua japonesa, a letra W tem pronúncia parecida com a palavra inglesa Doublé, sendo ambas pronunciadas ‘Doburu’). Sempre tendo modelos ou atores considerados bonitos (para os padrões japoneses) a fim de atrair o púbico feminino.

E o que ainda é atrativo nos Kamen Riders atualmente? será que é feito só para mulheres?

Bom, a resposta é não. Mesmo usando modelos e atores bonitos para os papeis principais, muitos têm kamem-rider-agito-01histórias muito boas e, em alguns casos, com conceitos complexos ou inovadores e temáticas mais diferenciadas, geralmente agradando ao público em geral e não só as mulheres e crianças. Exemplo disso são Kamen Rider Den-O e Kamen Rider Decade que usam os conceitos, problemáticas e paradigmas de, respectivamente, viagem no tempo e Multiverso.

Mas se são tão legais assim, por que ninguém traz isso logo pra o Brasil?kamen_rider_amazon_by_seanlon

Como falei anteriormente, os tokusatsus produzidos pela Toei têm o direitos de distribuição no ocidente concedidos à Disney (antes eram concedido à Saban) desde 1992, o que também dá direito à adaptação da obra. Com este direito, duas adaptações ocidentais de Kamen Riders já foram criadas:

  • Masked Rider – criado em 1995, baseado em Kamen Rider Black e Kamen Rider Black RX, que teve somente 40 episódios e foi um fracasso (Graças a Deus nunca assisti!), mas foi exibido Brasil na saudosa TV Manchete;
  • Kamen Rider: Dragon Knight – em 2008, baseado em Kamen Rider Ryuki e alcançando relativo sucesso estreando este ano no Brasil na Rede Globo diariamente no período da manhã na TV Globinho.

Kamen+Rider+Black

See you next time

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Kamen_Rider_%28franquia%29

http://www.tokubrasil.com/site/index.php?option=com_content&view=article&id=578:100-qkamen-riderq&catid=58:materias&Itemid=72

http://pt.wikipedia.org/wiki/Heisei

http://pt.wikipedia.org/wiki/Shotaro_Ishinomori

http://www.bookmice.net/darkchilde/japan/jh10.html

  • Joshua Crow

    Bom trabalho, Dragão! Tô gostando de ver! A matéria ficou muito boa, fazendo só umas leves correções:
    Masked Rider – criado em 1995, baseado em Kamen Rider Black e Kamen Rider Black RX, que teve somente 40 episódios e foi um fracasso (Graças a Deus nunca assisti!), mas foi exibido Brasil na saudosa TV Manchete – RX foi transmitido pela Manchete ("Kamen Rider! Por um mundo mais feliz!" Quem não lembra? xD) e o PÉSSIMO Masked Rider foi na Globo, na época dos VR Troopers (PIOR AINDA!)
    Mas no geral, de uma escala de 1 a 10, nota 15! xD

  • Adorei Dragão! Ficou massa. Parabéns. ^^

  • NOOOOOSSSAAAA…. me senti na frente da TV vendo a Manchete agora! Muito bom e divertido o texto sobre um dos principais Toku's. Gostei mesmo!

  • Hah, a Nihon no Sekai está dando uma sensação bem nostalgica aos leitores, tô gostando de ver. Kamen Rider Black eu assistia a rodo, e adorava todas aquelas lutas, bombas plásticas e pulos inacreditaveis, tão comuns nas séries daquela época.

  • brunotio

    Nossa Senhora dos Kamen Riders Aflitos, que puta materia!!!

    Todos de parabens pela iniciativa e o dragao mais ainda pela coragem de ir aonde nenhum kamen "fanboy" jamais esteve hehehehe

    Abracos

  • Zigga

    Nunca vi Kamen Rider… Sou da época em que os Power Rangers já eram decadentes e tokusatsu eram longínquas lembranças de moleques de faculdade.

    Mas parabéns pro Dragóncito ter feito a matéria. Muito informativa e interessante (posso sacanear uns amigos otakus dizendo que Kamen Rider é coisa de menninha sem medo de ser feliz! YAY!)

    That's all, folks.