Omegacast – Episódio 17 – Eu vivenciei os 16 bits

Aeeee galera, os Omegaplayers Cláudio o Dragão Dourado, Wesley Pires e DVD entregam o quarto controle para Mencel McGregor, e de quebra chamam como sidekickers Fábio “Fat Frog” e Silver, do podcast Podecash para conversarmos sobre a Geração 16 bits.

16 bitches?! Saiba o que acontece caso seja mencionada a palavra Telejogo, os primeiros consoles de cada um, porquê o Dragão abençoa a ignorância? Havia tantos jogos nonsense nesta geração? Uma criança pode ter a confiança comprada por um cartucho? Veja histórias dos participantes envolvendo seus jogos favoritos e um Top 3 individual, neste que promete ser o maior omegacast já lançado.

Nos extras: O que seria a tal imagem que fez surgir o termo “chave de #$%¨$#”?

Querem fazer sugestões, reclamações, maneiras inéditas de ofender o Wesley, mandem email para omegacast@gmail.com. ou clicando em contato. E para mandar mensagens de voz, adicionem este mesmo email em seu Gtalk.

Links:

leitura de e-mails:

Grupo do omegacast no MeuPodcast e comunidade no ORKUT

Chat do Omegacast Adicione no msn o endereço : group1287328@groupsim.com

Parceiros no Premio Top Blog : Senpuu

Novos Parceiros : Vortex Cultural e Half Life Brasil

Cast:

Introdução do desenho “The Tick”

Gameplay Booger Man

Multi Mega CDX

Abertura de Sonic CD

Treco narra a treta do Strit Fait

Tirinha do Wes sobre Pivetes de Fliperama

Twitter do Mencel McGregor

Pó de Cash

Foto comentada nos extras (+18)

Sigam-nos no Twitter: Omegacast | Dragão Dourado | Wesley Pires | Trentnoir | DVD

Reproduzir
  • [fanboy mode On]Final fantasy 6 é o caralho. Chrono Trigger é o melhor RPG ever!!!!!!!! Para o inferno vai quem não jogou Chrono Trigger[fanboy mode Off]

    Eu sempre curti história de viagens no tempo, quando descobri Chrono Trigger, foi perfeito, usa a melhor jogabilidade disponível da Square, trilha sonora foda, desenhado pelo Toryiama, personagens cativantes (a primeira vez que chorei em um game foi no flashback do Flog), trama sensacional. enfim, jogão, não só o melhor RPG 16 bits, mas o melhor já feito e não poderia ser diferente, pela primeira vez e única, os melhores da Square e da equipe do Dragon Quest se reuniram para fazer o RPG supremo.

    Na era 16 bits eu gostava demais de Donkey Kong. Joguei todos, zerei todos, mas o que eu mais gostava era o 3. Não precisa nem dizer que quase chorei quando vi Donkey Kong Returns, voltando ao melhor da série (Donkey Kong 64 é uma bosta).

    Megadrive eu cheguei a jogar muito em emuladores. Curto muito a série Shinobi, que morreu no 16 bits (tem um jogo para Ps2 que é impossível, um dos jogos mais difíceis ever).
    Street of Rage, porra, que jogo foda também, curti mais o 2, porém toda série é demais. O mais legal desse game é a trilha sonora, que mesmo com as limitações do Megadrive ela ficou perfeita, pois aproveitava ao máximo do fraco hardware de som do console da Sega poderia oferecer.

    Notei que a música da fase do Ken que tocou foi a do Mega, que é mais fraca que a do Super, mas mesmo assim deu para entrar no clima da febre Street Fighter daquela época. Hoje ninguém fica em casa jogando jogo de luta sozinho, porque não tem mais graça, mas na época, o único jeito de conseguir jogar com os outros era treinando contra a maquina.

    Um jogo que eu jogava demais também era puzzle bubble, um jogo até meio Underground japonês que um dinossauros atirando bolinhas. Bem divertido, com vários modos de jogo como passar de fase, versus, batalhas contra chefões desafios, enfim demais.

    Final fight, Battletoads e Double Dragon, Captain commando, Batman Returns, porra, era suprema dos Beat n' Up.

    Megaman X: O maior motivo para se ter Super Nes. Caramba, que série, QUE SÉRIE!! Lembro até hoje quando você esta tentando vencer aquele chefe impossível da primeira fase e não consegue, você começa a ouvir o som do plasma do Zero carregando e explode o braço do chefe que estava segurando o X.

    Mesmo tendo um Super Nintendo, para mim o melhor naquela época era o Sonic. Era era stile, era rápido, tinha a moral e o Mario era um encanador americano, barrigudo e bigodudo, mais parecia tiozinho de Churrasco. Hoje em dia Sonic morreu, não conseguiu passar para o 3D e vai voltar a jogabilidade 2D com os mesmo elementos, que para mim é um retrocesso, era só fazer um polimento da formula do Sonic Adventure e não tentar inventar, não ter amiguinhos wharever. Uma pena que hoje o bigodudo humilha.

    O pessoal fala tanto hoje de co-op, mas na época 16 bits, era algo obrigatório, jogo que não tinha isso como Final Fight 1 do Snes, todo mundo caia de pau. Só nas próximas gerações que videogame foi ficando cada vez mais um diversão solitária, até mudarem tudo com a popularização do uso da internet para jogatinas.

    Enfim, para mim, 16 bits é a era de ouro dos videogames. Foi ali que muitas ideias foram polidas e muitos jogos da época não envelheceram e viraram verdadeiros clássicos, diferente da era 8 bits e 32 bits, que na minha opinião, muitos jogos ali envelheceram mal e despertam pouco interesse para rejoga-los. Exemplo: Quem aqui ainda tem a moral de jogar o primeiro Zelda? Já tentaram jogar ultimamente o primeiro Tomb raider? Já jogos ultrapassadíssimos que a época eram demais. Era épocas que estavam ainda descobrindo como fazer jogos (uma época 8 bits era como fazer jogos em 2D e outra em 3D).

    Enfim, ótimo cast e até mais.

  • Tohno Shiki

    Baixando…

  • Vou escutar no carro enquanto vou pra S.P.A. Trent seu Troll.

  • Muito bom o Cast Chorno Trigger que eu chamava na época de Chorno "Tiger" sim foi o melhor jogo de RPG dos 16 bits… depois deixo um e-mail ou mensagem de voz

  • Que excelentes lembranças de games que faz muito tempo que eu joguei.
    Toe jam & Earl, EarthwormJim, Boogerman e outros…
    Eu comecei a jogar em uma locadora com uns amigos em um mega drive, dois que eu gostava muito era “Contra” (não sei qual a versão) e Slime World <a href="http:// (http://www.google.com.br/images?hl=&q=slime+world&sourceid=navclient-ff&rlz=1B3GGGL_pt-BR___BR344&ie=UTF-8)" target="_blank" rel="nofollow"> <a href="http://(http://www.google.com.br/images?hl=&q=slime+world&sourceid=navclient-ff&rlz=1B3GGGL_pt-BR___BR344&ie=UTF-8)” target=”_blank”>(http://www.google.com.br/images?hl=&q=slime+world&sourceid=navclient-ff&rlz=1B3GGGL_pt-BR___BR344&ie=UTF-8) esse era um jogo bem tosco, mas eu achava muito bom jogar, mas teve outros também, não lembro agora. Pouco tempo depois passei para o Super Nes aí teve vários jogos, Super Contra III, Desert Strike e Urban Strike, Bubsy, Prince of Persia. Street Fighter, quando eu ia jogar sempre colocava o dedo por dentro da camisa, até que um dia eu fiz tipo uma luva de dedo para poder jogar.
    No Sega CD eu gostava de jogar Road Avenger, eu achava ums dos melhores jogos da plataforma, o jogo era tipo um desenho animado a pessoa ia assistindo e em certos momentos tinha que interagir com ele, se errasse morria, se acertasse continuava a história, tinha uma parte que o carro ia em alta velocidade em uma pista de duplo sentido, com um abismo de um lado e uma parede do outro, então quando o carro ia fazer uma ultrapassagem vinha um caminhão aí aparecia na tela os botões que tinha que apertar, entre direita, esquerda freio e turbo, eu achava incrível, consegui finalizar ele várias vezes… Outro que eu gostava muito era o Sonic CD, a abertura é sensacional, tenho até ela salva aqui no meu computador… lembro muito da corrida contra o Sonic Metálico.
    Joguei algumas vezes em um Neo Geo CD e no 3DO também, depois no Sega Saturn, mas aí já não faz mais parte da era 16 bits.
    Pessoal, parabéns por mais esse excelente trabalho realizado, ficou nota 10.

  • Muito bom esse cast, mesmo para mim, que joguei os games dessa geração muito pouco, tirando emuladores e remakes de GB e GBA. Foi muito estranho o Dragão falando da mãe dele jogando… Demorei para aceitar bem isso…