Omegacast – Episodio 22 – Preconceito Sem Preconceito

Aew Galera, mais um Omegacast onde Claudio O Dragão Dourado, DVD, Felipe Nunes (Papo Lendario), Wesley Pires e Trent discutem sobre um assunto polêmico: Preconceito.

Saiba o que é preconceito, como encaramos, quem já foi impedido de jogar RPG no Shtudo, diferenças entre ter preconceito e  ter um conceito sobre algumas coisas. Isso e muito mais neste polêmico Omegacast.

Contatos:

Fazer reclamações, xingar a gente, falar nossos OmegaFails, comentem ou mandem e-mail para omegacast@gmail.com ou clicando em contato Para mensagens de voz, é só mandar um arquivo de áudio ou adicionar no seu gtalk.

Links:

leitura de e-mails:

Grupo do Omegacast no MeuPodcast e comunidade no ORKUT

Chat do Omegacast. Adicione no msn o endereço : group1287328@groupsim.com

Parceiros no Premio Top Blog : Senpuu

Poodcast : Papo lendario

Sigam-nos no Twitter: Omegacast | Dragão Dourado | Wesley Pires | Trentnoir | DVD

Reproduzir
Reproduzir
  • Otimo cast
    Confesso que tenho um pré conceito e um pos conceito
    nao curto funk e nao suporto pagode. Detesto crepusculo.
    E acho que é um pouco falso alguem falar que é totalmente desprovido de preconceito
    é tipo aquilo q vc olha, nunca provou e diz q nao gosta
    acontece com todo mundo.
    Bem é isso. Beijos omega

  • Andrew1c

    ahahahahha trent voz de maocnheiro e sua bunda =X.
    Gostei do cast ,o tema foi bem interessante e bem discutido . E foi uma supresa ver que o trent sofreu de bullyng (assim como eu).

  • Patroa

    Eu tenho preconceito com podcasters!!! #protofalei!!! Hahahaha… piada, saudades de vocês rapazes!!! O Trentzinho é tão fofoooooooooooo…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…… tb é piada…….

  • Olá . bom, acho que todo nós estamos suscetíveis a preconceitos. Desde que isso não atrapalhe a vida de ninguém, não vejo problema. como mencionaram as músicas: eu detesto Pagode, axé Funk e coisas do tipo. em muitos os casos é preconceito. qdo tenho de ouvir,vou já com predisposição de não gostar e amaldicioar todos que gostam,mas na maioria das vezes isso é apenas da boca pra fora pois quem quiser gostar que seja feliz, desde que não venha me encher.
    Outra coisa é que tem assuntos onde confudem o “não gostar” com preconceito. por exemplo: eu não concordo com os gays. acho errado e talz mas não é por isso que vou discriminar uma pessoa só por ele ser boiola(olha os termos XD) Tenho amigos gays e não vejo nada demais, o #@ é dele e ele dá pra quem quiser e como diz o poeta ” antes o dele que o meu”.
    No fim, tudo se resume a uma coisa: Não podemos deixar o preconceito virar discriminação porque aí sim é problemático.
    No mais era isso e até a próxima.
    Wellington “Macgaren(e não Macgayver)”
    Ps valeu por citarem meu cast o/

  • Muito bom o assunto, e caaara eu ri muito do trent hasiuhoaisuhaiushaiushiasas
    Adorei o cast !! Continuem assim!
    E andrew tem voz de maconheiro sim!

  • Interessante o cast. Eu já sofri com preconceito no colégio durante todo o ensino médio, por todos da escola e não apenas por colegas de sala. Fui até chamado uma vez para fazer uma entrevista no jornal Zero Hora depois que divulguei o que aconteceu comigo. Fiz por e-mail, mas nunca fiquei sabendo se foi publicada.

    Um caso de paranoia com preconceito é o Resident Evil 5, que um mané critico de cinema disse que se o jogo fosse um filme iria criticar negativamente, porque todos os inimigos são negros. Cara, jogo de Zumbi na Africa queria o que? Zumbi japonês?! O pior é que a Capcom com medo do jogo ser destruído pela critica, colocou mesmo um Zumbi japonês com roupas nativas na AFRICA!! Preconceito é ruim, mas paranoia preconceituosa é uma bosta também (porque o cara acusou o jogo de preconceito sem jogar).

  • Izuminha

    Muito bom o cast ^^

    Preconceito é burrice ! !

    Achei interessante a parte onde vcs comentam sobre o preconceito dos japoneses. Infelizmente isso existe e muito. No Brasil tem muitos descendentes que querem que seus filhos se casem com descendentes. E se o filho falar que está namorando um "gaijin", os pais já começam a se intrometer e pressionam pra terminar o namoro ¬¬.
    Aqui vai minha opinião sobre isso: estamos no Brasil, se um "japa" não gosta que seus filhos namorem "gaijin" então o que ele está fazendo aqui, neste país multétnico ?!

    Bem, e aqui fica o meu comentário. Bjos, galera !!

  • Preconceito todo mundo tem em relação a alguma coisa, não vamos ser hipócritas, não é mesmo?!

    A parada de diferenciar o preconceito de ter um conceito é interessante. Eu, por exemplo, tenho conceitos em relação à gêneros musicais como forró, sertanejo e funk. Já ouvi várias musicas dos três e simplesmente não suporto, quase todas músicas são um lixo cultural inacreditável (e infelizmente é o que a maioria do povo daqui gosta, mas tenho de respeitar quem gosta).

    Ótimo cast, bem legal a discussão. Gosto da forma como abordam diversos assuntos. 🙂