Banner CAST36_1

Omegacast – Episódio 36 Parte 1 – O Ruim do Brasileiro

Aew Galera  Finalmente saindo do forno Mais um Omegacast e Desta vez Claudi o O Dragão Dourado e o Trent se juntam com Ortega , Tohno Shiki e a Paula para falar sobre o que é o Ruim do Brasileiro

Nesse Episodio Veja como um assunto se dirvirtua, como o BBB manipula os Telespectadors, e como a G$#$% e toda a midia manipulam a mente do cidadão , como as pessoas podem ser invejosas e as opiniões nossas sobre Tudo isso e muito mais nesse Omegacast

Contato:

Para mandar e-mail, com criticas, sugestões, ou carência afetiva pode mandar e-mail para omegacast@omegastation.com.br ou usar o formulário de CONTATO;

Play
Compartilhe
  • http://cineeconsole.blogspot.com/ Ivan Mota

    Baixando, depois comento.

  • Samuel Varela – Crato/CE

    Olá pessoal… gostei muito dessa discussão sobre o ruim do brasileiro…
    É cada coisa que a gente vê. O pior do brasileiro é o “jeitinho brasileiro”.
    E sim, a midia manipulam a mente das pessoas. Influenciam muito. Por isso é preciso ter muito cuidado e não deixar ser influenciado por ela….
    Enfim… sem muito o que comentar… deixo aqui os parabéns pelo podcast.
    Abraços.

  • http://nerdanderthal.blogspot.com/ Nerdanderthal

    Aí to eu, galera! Demorei, mas voltei a comentar.
    Adorei o cast e tiveram vários momentos q fiquei doido pra intervir e dar minha opinião.
    Como o assunto tem muito a ver com um artigo q escrevi meses atrás no blog do meu filho, preferi transcrevê-lo aquiu.
    Desculpem o tamanho do texto, mas acho q vale a pena ser lido por vcs jovens.
    Abraço

    PURA MATEMÁTICA
    Eu acho mais que normal eu me sensibilizar, ficar perplexo e até chorar com fatos como o da chacina de crianças em Realengo no Rio de Janeiro.
    Mais que normal ser levado pela tsunami eufórica e sanguinolenta das mídias nacionais.
    Mais que normal eu ser normal.
    Mas depois que isso tudo passa, fico com a cabeça mais fria e consigo raciocinar sem as interferências sensacionalistas da TV e dos jornais, e percebo como a matemática, nesses casos, é verdadeiramente esquecida.
    Morrem cerca de 200 pessoas em acidentes de trânsito no país, por mês. Mas isso não chega a nos deixar perplexos porque as notícias vêm em doses homeopáticas.
    Se cai um avião e morrem essas mesmas 200 pessoas de uma só vez…pronto: todos param com o nariz grudado na TV, estarrecidos, emocionados e lá vem a mídia outra vez com detalhes da tragédia, entrevista com parentes, com especialistas em catástrofes…
    É pura matemática.
    Um louco sozinho tira a vida de 12 crianças de uma só vez. Oh!! Tragédia nacional. Políticos se movimentam, o povo se une, dias de luto na cidade, etc.
    Mas, se doze loucos tiram a vida de uma criança por dia… Ah! Nem noticiam nos jornais, porém, matematicamente, os resultados foram iguais. Correto? Doze mortes trágicas.
    Mas nenhum luto, nenhum discurso, nenhum movimento pelo acontecido.
    É absurdamente inexplicável a nossa insensibilidade e imobilidade para acontecimentos isolados. Parece que nosso coração só sofre com números altos, com grandes tragédias, com algo realmente avassalador.
    Aí criam-se sargentos heróis, Governadores com super poderes, Presidentas chorando, planos de segurança pública mirabolantes.
    país vem sofrendo há anos com tragédias diárias, assassinatos, fome, doenças, descasos criminosos de nossas autoridades, um Código Penal ultrapassado, uma Constituição que em seu primeiro artigo diz que “todos são iguais perante a lei” mas depois mostra que a lei não é igual pra todos e a grande incompetência do nosso povo em reagir a isso tudo!!
    Mobilização? Só em grandes tragédias, mas mesmo assim, vem logo o “Efeito Marola” e… lá se vai uma desgraça e logo depois vem outra… depois mais outra e vem o Carnaval, a Copa do Mundo, e vamos esquecendo as que passaram.
    Até porque, se não foram com nossos parentes… aí mesmo que caem no eterno esquecimento.
    E aí, pergunto eu: vamos deixar isso continuar assim?
    Cadê os “cara-pintadas”?
    Cadê os jovens desse país?
    Do que adianta vocês falarem, falarem e não agirem?
    No meu tempo, alguma coisa nós tentamos fazer.
    Muitos jovens morreram ou estão sumidos até hoje porque lutaram contra uma Ditadura assassina para termos um país livre e democrata.
    Esse foi o Brasil que deixamos pra vocês: livre e democrata.
    Até quando vocês vão deixar que esses políticos safados, ladrões e incompetentes escondam os números diários e reais das catástrofes brasileiras, manipulando o noticiário nacional e a credibilidade do povo , a espera das grandes tragédias, para terem seus orgasmos oportunistas e enrabarem a gente?
    Eles estão há anos por aí botando devagarinho, aos pouquinhos, milímetro por milímetro, de grão em grão, enchendo o nosso rabo.
    Um somatório de tragédias.
    Pura matemática!

  • http://www.farrazine.blogspot.com Kio (Caio Cesar) – 39 anos – Salto/SP

    Salve, omegacastaiada.

    Primeiramente, permitam-me elogiar o texto do velho amigo Nerdanderthal. Mandou muitíssimo bem.

    Com relação ao programa, sem querer ditar regra, acho que há de se ter cuidado em “arrotar palavras de ordem” e, logo em seguida, tomar seu Toddynho, vestir as meias e achar que cumpriu seu dever.
    Infelizmente, as merdas maiores que somos bombardeados dia a dia estão além do que podemos fazer. Não há como transformar sua cidade, quiçá seu bairro. Porém, com jeito e critério, seu círculo mais fechado de convivência pode se adequar ao que te agrada. E isso não quer dizer que o que te agrada está certo, mas daí já é outra história.
    Creio que nos pequenos, porém efetivos, gestos é que está a chance de mudar hábitos. E apesar de clichê, a Educação é um caminho pra isso.
    Questionar e discutir sobre o assunto é uma forma de abrir mentes, por isso vocês estão de parabéns.

    Abração.

  • http://nerdanderthal.blogspot.com/ Nerdanderthal

    Valeu Kio.
    Falei e disse, ou melhor, FALAMOS E DISSEMOS.. ehehehe….
    Vem a 2a. parte aí.
    Estamos de olho!!!!

  • rafaeltaira

    dps desse comentario giant do cara acima ninguém vai ler o meu comment desse cast.
    ficarei a espera da segunda parte. nossa tem mulher nesse cast será q ela vai falar do pior da mulher brasileira dps? verdade será q tem patriota no Brasil se tiver alguém ta la no exercito e mesmo assim tenho dúvidas.
    ;
    o claudio ta com uma voz mais jovem nesse cast. um do mau dos brasileiros é como eles são volatéis. ma o brasileiro é um povo muito acomodado ja faz quase 60 anos q ta assim. não esqueçam de falar q o brasileiro é muito mal educado tanto na educação quanto nas atitudes. O jingle do vacareza tbm é muito engraçada.
    ;
    sobre o povo brasileiro tem uma obra do Sérgio Buarque de Holanda q se vcs com tempo pra ler iria ajudar muito na hora de fazer a segunda ou terceira parte do cast.
    O nome dela é “Raízes do Brasil” ma tbm tem muitas obras dele boas nesse assunto.
    ma tbm tem uma obra chamada “O Povo Brasileiro” do Darcy Ribeiro que é muito boa tbm.

  • rafaeltaira

    e não deixa falar dos preconceito brasileiros que se pudessem tratava os nordestinos da mesma maneira q os mexicanos e latinos são maltratados nos Estados Unidos.
    ;
    OS Brasileiros podem negar,mas tem muitas semelhanças com os Estado-Unidenses.

  • http://twitter.com/rafael_kamui Rafael Kamui

    Parabéns por propor essa discussão. Deixo aqui algumas opiniões sobre o tema:

    O Vida é competitiva, seja no mercado de trabalho seja na vida acadêmica, sempre existirão recursos escassos e varias pessoas os demandando. Então é normal a competição nesses casos, seja no Brasil ou fora dele. Infelizmente isso propicia que as pessoas acabem passando por cima das outras e a melhor coisa a se fazer é tentar se proteger tentando saber vender melhor suas habilidades.

    Quem mora em São Paulo, viu o preço da passagem de ônibus aumentar sem justificativa (inclusive com o prefeito adulterando relatórios superfaturando o preço do combustível para explicar o aumento), e as diversas manifestações que ocorreram. Participei de 2 dessas na Paulista e a unica coisa que eu vi, foram as pessoas dentro dos ônibus reclamando que a manifestação feita para que elas pagassem menos, estava tornando a viagem delas mais demorada. Numa delas vi um manifestante ser acertado por uma lata de refrigerante atirada por um passageiro de ônibus que ainda foi ovacionado pelos demais passageiros.

    Ao ver essa cena, qual o interesse que uma pessoa pode ter para protestar se nem os que poderiam ser beneficiados apoiam?

    Quanto a televisão. Acho que exigir que a Globo mude sua programação é besteira. Primeiro, porque ela não tem obrigação alguma de colocar em sua programação programas que visem a criação de valores morais na sociedade. É a mesma coisa de exigir que redes de fast food parem de vender batata frita e sim batata assada por ser mais saudável.

    Segundo, as pessoas querem mesmo outra programação? É só olhar os índices de audiência dos programas ditos “bons” e dos “ruins”. Saiam do seu grupo de amigos que tem os mesmos valores e prestem atenção nas pessoas que vocês veem nas ruas , ônibus e afins. Quantas pessoas preferem assistir Roda Viva com políticos e quantos preferem saber ” Quem vai pegar o traveco no BBB?”. Eu sou professor numa universidade em São Paulo e sempre que eu pergunto sobre o noticiário politico e nunca um aluno responde que viu, já os Bordões de Zorra Total saem a cada 5 minutos.

    Acredito mais que a programação da Globo é reflexo da sociedade do que o contrario. Hoje existem diversas outras possibilidades de informação e entretenimento que não a Globo, se as pessoas continuam vendo é porque querem.

    Finalizando acredito que se da muita importância a influencia da televisão na vida das pessoas. Não que ela não exista, não dá para negar a influencia que a ascensão de jogadores de futebol, garotas de programas e afins ao status de heróis fazem com as pessoas, porém isso ocorre devido a pouca influencia que os pais tem sobre seus filhos. Hoje mesmo vi um pai mandar um e-mail a um programa esportivo da ESPN, reclamando que o seu filho queria largar a escola por causa que o Neymar fez isso e é bem sucedido, colocando a culpa disso no jogardor. Achei muito feliz a resposta do jornalista que disse que a culpa do moleque querer largar a escola não era culpa do Neymar e sim do pai que não colocou os valores certos no moleque.

    Enfim novamente, parabéns pela discussão.

  • http://www.dimensaonerd.com/category/podcast/a-espiral Tiago “The Portal” Soares

    E aí, galera! Tudo bem?

    Assunto importante e interessante, mas vou segurar os comentários para a parte 2, beleza?

    Abração!

  • Trent

    Essas músicas japonesas são uma merda.

  • vinicius maciel

    mais um cast legal onde a galera soube soltar o verbo, claro que aconteceram alguns deslizes (na minha opinião é claro!)

    Acho que no final algumas opiniões/discussões fugiram um pouco do assunto principal do cast, mas nada que atrapalhasse o andamento do programa.
    Como conheço um pouco o modo como são gravados os Omegas, é normal que este tipo de coisa aconteça.

    Acredito que esta opção de gravar “falando-tudo-que-vem-a-mente-naquele-momento” possui prós e contras, que devem ser avaliados.
    (eu sei que este método de gravação, é uma das principais características que fazem o Omega ser o que é)
    Não quero que mudem, mas que avaliem quando utilizar ou não este método. Entendido?

    abraços a todos, continuem assim e estou aguardando a segunda parte!

  • http://cineeconsole.blogspot.com/ Ivan Mota – 16 anos – São Paulo

    Fala galera do Omegacast!
    Uma das piores coisas do brasileiro é o fato de sempre falar mal do país e se revoltar quando alguem de fora fala algo de ruim sobre o Brasil. Como no famoso epísodio dos Simpsons no Brasil, que foi uma excelente e bem humorada critica do modo com que os americanos veem o nosso país, e gerou revolta até do presidente, na época FHC. Ou quando foi feito aquele filme “Turistas” que sempre deixou claro que era uma ficção.
    Parabéns pelo Cast. Abs.