Cinematicamente Falando…

The International


the_international_poster1Para aqueles que gostam de filmes relacionados à conspiração e tramas envolvendo grandes empresas e políticos, eis um ótimo filme.

The International, dirigido por Tom Tykwer, faz com que realmente pensemos nos podres que o sistema bancário tem, e como estes nunca são levados à tona como deveriam.

Clive Owen é Louis, um agente da Interpol que começa a ficar obcecado em derrubar o poderoso banco The International após seu amigo ser assassinado. Naomi Watts é a promotora que trabalha com ele.

Um lance positivo do roteiro é colocar os dois já trabalhando juntos, e não ficar mostrando trivialidades do tipo “não se conhecem, contem seu passado”. Pois este não é o foco do filme.

O filme conta com tomadas geniais como o tiroteio no Guggenheim, que é feito com uma violência crua e real sem cair na “rotina de tiroteio” (que são exageradas e com movimentos mirabolantes). Você realmente sente como se qualquer um dos personagens pudesse morrer na cena.

Alguns fatos interessantes que ocorrem no filme e demonstram a ótima direção de Tom Tykwer é a forma que ele elimina certas personagens da trama, utilizando ou palavras ou contextos que se encaixam perfeitamente, gerando até uma certa metalinguagem na cena.

Um filme de sutilezas e inteligência que foge dos clichês atuais, é algo que deveria ter mais atenção do que robôs  de brinquedo.

PS: Peço perdão por ter abandonado a coluna, agora realmente tentarei seguir em frente e avante!

Prometo até domingo mais uma postagem.

Mais Sobre Cinematicamente Falando…